CULTURA GAY

No passado, a homossexualidade era caracterizada como uma doença mental, visto que os psiquiatras acreditavam ser um comportamento antinatural. 

A partir da década de 90, a Organização Mundial da Saúde (OMS) excluiu a homossexualidade do quadro de doenças, reconhecendo a orientação sexual do público LGBTQ+.

No entanto, o preconceito nos dias de hoje é recorrente. Com o intuito de diminuir casos de violência e intolerância sexual, a cultura gay buscou se organizar e lutar contra qualquer forma de preconceito. 

Assim, foram fundadas inúmeras associações e ONG’,s. Nestas instituições, os gays possuem a liberdade de serem quem realmente são, estando livres de julgamentos intolerantes.

Profissionais psiquiatras sempre estão presentes nesses locais, fornecendo o suporte necessário para lidar com as adversidades do dia a dia.

Para isso, o público gay busca enfrentar a homofobia da forma mais pacífica possível. O principal movimento que propaga o orgulho LGBTQ+ é a “Parada Gay”.

A IMPORTÂNCIA DAS ARTES PARA A CULTURA GAY

A cultura gay busca praticar as mais variadas manifestações artísticas, sendo essa atividade extremamente importante para debater temáticas polêmicas. Para muitos, a arte é um refúgio mental poderoso.

Algumas das principais atividades praticadas pela cultura gay, são:

DANÇA

A dança é considerada uma prática muito relaxante para seus adeptos. Ao realizar essa atividade, hormônios relacionados à felicidade e combate a depressão são produzidos, como por exemplo, a serotonina. 

No entanto, muitos gays não conseguem dançar livremente em todos os locais. Para isso, foram criadas comunidades específicas para se divertirem e dançar com liberdade.

MÚSICA

Diversos homossexuais encontram conforto na música. Tal fato se deve a grande representatividade existente nesse meio, fazendo com que o público gay tenha maior visibilidade. 

Atualmente, o número de cantores homossexuais está crescendo cada vez mais. 

Em suas músicas, os artistas buscam retratar suas lutas e disseminar a necessidade de conscientização da sociedade. 

Os cantores gays mais famosos, são: Adam Lambert, Eli Lieb, Elton John, MIKA, Ricky Martin, Pablo Vittar e Sam Smith. 

Porém, pode-se dizer que o Brasil carece de cantores homossexuais, já que no exterior a representatividade é muito maior.

LITERATURA

A literatura é um dos hobbies favoritos da cultura gay. Sejam histórias de drama ou até mesmo de comédia, o público gay é apaixonado pelos enredos criativos. 

Nesses livros, a história pode ser completamente baseada em personagens homossexuais ou não. 

No Brasil, a primeira grande obra retratando a homossexualidade foi o “Bom Crioulo”, escrito por Adolfo Caminha.

FESTAS

Ao redor do mundo, existem diversos festivais com o intuito de demonstrar o orgulho gay.

No Brasil, a principal festa para o público LGBTQ+ é a Parada Gay. Há outras festas muito interessantes em diferentes regiões do Brasil, como por exemplo: Ursound, The L Club, Blitz Haus, e Priscilla.

CULTURA GAY CONTEMPORÂNEA: YOUTUBERS, INSTRAGRAMERS E GAYS NA TV E CINEMA HOJE

Atualmente, as mídias digitais são importantes lugares de fala para a cultura gay. 

Normalmente, os Youtubers e Influencers gays abordam temáticas relacionadas a sua orientação sexual e buscam combater o preconceito.

Um dos Youtubers mais famosos do Brasil é o Luba, assumidamente homossexual e busca gerar entretenimento através de seu canal no YouTube. 

Além disso, há outros canais para o público gay, como por exemplo, Diva Depressão, Jean Luca, Canal das Bee e Mansão das Pocs.

No Instagram, os Influencers homossexuais são ainda mais conhecidos.

Nessas plataformas, é possível atingir um grande público e estimular a conscientização para assuntos considerados tabus. 

Os Influencers mais famosos, são: Matheus Mazzafera, Rico Melquiades, Carlinhos Maia, Luccas Luccas, Radameskeller e Álvaro.

Já na TV e nos cinemas, os artistas homossexuais mais conceituados, são:

Paulo Gustavo

Ator protagonista no filme “Minha mãe é uma peça”. Paulo é homossexual assumido, casado com Thales Bretas e pai de duas crianças lindas.

Leão Lobo

Apresentador da televisão brasileira. O artista se assumiu homossexual há muitos anos atrás. No ano de 1991, adotou sua filha Ana Beatriz, que lhe concedeu uma neta.

Hugo Bonemer

Ator homossexual assumido. Em entrevista concedida a um site, Hugo afirmou que sempre soube de sua sexualidade. Além disso, o ator foi protagonista da versão brasileira de um musical chamado “Broadway Hair”. 

E também temos influencers gays no xvideos! E eles estão produzindo pornografia gay da melhor qualidade!

Esses são alguns dos artistas homossexuais da atualidade.

Vale ressaltar que não importa a plataforma ou o local em que as personalidades gays estão inseridas. 

A representatividade deve ser o foco principal desses artistas, auxiliando no combate contra a homofobia e outras formas de preconceito para com o público gay.

CULTURA GAY

About The Author
- Sexo gay delicioso, sacana e cheio de putaria.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>